Arrabidia chica
Arrabidia chica
Pariri, Cajiru, Carajiru, Chic [...]

É uma Bignoniaceae amplamente utilizada na medicina popular como anti-inflamatório e adstringente, e para várias doenças como cólicas intestinais, diarréias, anemias e enfermidades da pele.

Devido as suas propriedades biológicas e a produção de corante a espécie passou a ser utilizada pela indústria cosmética.[2]

A A. chica é muito comum na região amazônica.

As folhas desta planta têm sido usadas como um antiinflamatório e agente adstringente, também como um remédio para cólicas intestinais, disenterias, leucorréia e leucoanemia.

Aplicadas topicamente, combatem as impigens e outras enfermidades de pele, principalmente para lavagens de feridas e úlceras.

As folhas fornecem um corante vermelho escuro.

Desde os tempos memoriais era usado pelos aborígines para se pintarem, assim como para tingirem seus enfeites, utensílios e vestuário, bem como tatuagens.

Os bichos de seda alimentados com suas folhas produzem seda vermelha.

Estudos fitoquímicos das folhas dessa espécie revelaram a presença de saponinas, quininas, flavonas, taninos, pigmentos flavónicos e indícios de alcalóides.

O seu corante vermelho foi estudado por ZORN et.al. (2002) que identificou a presença de 3-desoxiantocianina onde nomeou este composto de carajurina. [8] [...]


Prunus serrulata - Cerejeira-do-japão, Cerejeira, Cerejeira-ornamental, Sakura, Hiragana
Nome científico
Prunus serrulata
Cerejeira-do-japão, Cerejeira, Cerejeira-ornamental, Sakura, Hiragana
Cnidoscolus quercifolius - Favela, Faveleira, Faveleiro, Mandioca-brava
Nome científico
Cnidoscolus quercifolius
Favela, Faveleira, Faveleiro, Mandioca-brava
Cannabis sativa - Cânhamo, maconha, erva-de-santa-maria, diamba
Nome científico
Cannabis sativa
Cânhamo, maconha, erva-de-santa-maria, diamba
Bertholletia excelsa - Castanha-do-brasil, Castanha-do-pará, Castanheira, Tocari, Tururi
Nome científico
Bertholletia excelsa
Castanha-do-brasil, Castanha-do-pará, Castanheira, Tocari, Tururi
Ipomoea quamoclit - Esqueleto, Boa-tarde, Campainha, Campainha-vermelha, Cardeal, Cipó-esqueleto, Corda-de-viola, Corriola, Flor-de-cardeal, Primavera, Primavera-grande, Prímula
Nome científico
Ipomoea quamoclit
Esqueleto, Boa-tarde, Campainha, Campainha-vermelha, Cardeal, Cipó-esqueleto, Corda-de-viola, Corriola, Flor-de-cardeal, Primavera, Primavera-grande, Prímula
Lavoisiera sampaioana -
Nome científico
Lavoisiera sampaioana
Leandra australis - Pixirica
Nome científico
Leandra australis
Pixirica
Melia azedarach - Cinamomo, Jasmim-de-caiena, Jasmim-de-cachorro, Jasmim-de-soldado, Árvore-santa, Loureiro-grego, Lírio-da-índia, Santa Bárbara, Amargoseira
Nome científico
Melia azedarach
Cinamomo, Jasmim-de-caiena, Jasmim-de-cachorro, Jasmim-de-soldado, Árvore-santa, Loureiro-grego, Lírio-da-índia, Santa Bárbara, Amargoseira
Calotropis procera - Bombardeira, Algodoeiro-de-seda, Rosa-cera, Algodão-de-seda, Paininha-de-seda, Queimadeira, Janaúba, Maçã-de-sodoma, Bago-de-véio
Nome científico
Calotropis procera
Bombardeira, Algodoeiro-de-seda, Rosa-cera, Algodão-de-seda, Paininha-de-seda, Queimadeira, Janaúba, Maçã-de-sodoma, Bago-de-véio
Capparis yco - Icó, Ycó, Incó
Nome científico
Capparis yco
Icó, Ycó, Incó
Ipomoea purpurea
Ipomoea purpurea
Ipomea, corriola, bom-dia, gló [...]

Por várias vezes já tive a oportunidade de fotografar e não o fiz. Recentemente, em um passeio que fiz para Visconde de Mauá, consegui fotografar esta bela espécie.

 [...]

Rosa spp
Rosa spp
Rosa, Roseira [...]

Elas ganharam notoriedade por estarem vinculadas ao nosso dia a dia como presentes em forma de buquês, arranjos e até sozinhas.

A mais famosas das flores, cantada em verso e prosa por autores de todos os tempos, está ligada Vênus e ao amor.

Acredita-se que ela tenha surgido na Pérsia e conquistadores árabes a tenham levado para outras partes do mundo.

Já no ano de 330 AC os gregos usavam perfumes de rosas e até acreditavam em seu poder de curar o cansaço mental.

O perfume da rosa estimula a conquista, afeto, beleza, artes, inspiração, romance, sentimentos e nobreza.

A rosa (Rosa spp) é uma das flores mais populares no mundo, cultivada desde a Antiguidade. A primeira rosa cresceu nos jardins asiáticos há 5000 anos.

Na sua forma selvagem, a flor é ainda mais antiga. Fósseis dessas rosas datam de há 35 milhões de anos. [...]

Begonia urticae
Begonia urticae
Begônia-asa-de-anjo [...]

A begônia-asa-de-anjo fica florida quase o ano todo chamando a atenção também para seus bonitos cachos de flores, em cores vermehas, coral ou mesmo brancas.

Como ela cresce vigorosamente e forma densas touceiras, você deve podar pelo menos uma vez por ano.

 [...]

Casuarina equisetifolia
Casuarina equisetifolia
Casuarina, Pinheiro-casuarina, [...]

Essa espécie é largamente plantada em todos os continentes, em regiões climáticas favoráveis, para quebra-ventos, ornamentação de ruas, conservação de solos e fixação de dunas (Goor, 1968). [6]

A espécie C. equisetifolia é utilizada com frequência para fins decorativos e de abrigo junto à costa, sendo extremamente tolerante à exposição ao vento e aos efeitos do mar.

A sua madeira é aproveitada para lenha e para pequenas construções.

Foi introduzida na Bermuda, onde é utilizada para abrigo e para melhoria do solo, já que para além de fixação de nitrogênio permite baixar o pH, dado que a predominância de calcário gera solos manifestamente alcalinos.[2]

Com o seu crescimento rápido e facilidade de fixação ao solo, a espécie é útil para reflorestação rural e urbana nas regiões tropicais e subtropicais, particularmente em zonas ventosas e sujeitas aos efeitos do mar.

Cresce nas regiões temperadas desde que não sujeitas a geadas frequentes.[3] [...]

Euphorbia tirucalli
Euphorbia tirucalli
Aveloz, Esqueleto, Fuxico, Gra [...]

- "Arbusto exótico pode ser a chave para a vitória na batalha contra o câncer!"

- "O avelóz agora está sendo usado para tratamento de redução de tumor de câncer."

Estas são apenas algumas das frases usadas para a publicidade do avelóz, um remédio preparado a partir da seiva leitosa de um arbusto brasileiro de nome cientifico Euphorbia tirucalli L.

As seivas de várias espécies de Euphorbia têm sido utilizadas em medicina popular desde pelo menos 400 A.C. devido às suas propriedades corrosivas. [...]

Clique nas "etiquetas" abaixo para pesquisar por plantas que tenham estas características já identificadas.

7 - metoxi aromadendrina [1] Abrina [1] Acheflan [1] ácido oxálico [1] Acúleos [1] Adenosina [1] Aedes aegypti [1] Alcalóides [1] Alelopática [2] Algas [2] Aliína [1] Alimentação Animal [32] Alimentação Humana [49] Alucinógenas [7] Alzheimer [1] Ameaçadas de extinção [110] Antibacteriana [1] Anticolesterol [1] Anti-idade [1] Antimicrobiano [1] Anti-oxidantes [14] Anuais [5] Apícola [8] Aquário [2] Aquarismo [1] Aquáticas [7] Arborização Urbana [9] Arbustos [74] Aromáticas [11] Artesanato [1] Árvores [382] Asma [1] aucubina [1] Bactericidas [1] Baunilha [1] Beija-flores [1] Beira de praia [2] Benzeno [1] Bíblica [1] Bienal [2] Bioindicadoras [6] Bioma Caatinga [2] Bioma Cerrado [2] Biopirateadas [3] Bissexuada [1] Bonsai [8] Bromélias [91] Bromelina [1] Brotos [1] Brucina [1] Bulbos [4] Cactos [8] Calçadas [2] Calmante [1] Campos Rupestres [1] canferol [1] Capim [5] caramboxina [1] Cardiotônico [1] Carnívoras [2] Carpintaria [1] Carvão [1] Cascas [1] CBD - canabidiol [1] Cerca-viva [3] Cerrado [1] Cicatrizante [8] cinarina [1] cinaropicrina [1] Colubrina [1] Comestíveis [82] Conservas [3] Construção civil [1] Controle biológico [1] Controle da erosão [2] Cormo [1] Cosméticos [1] Crescimento lento [4] Crescimento rápido [7] Decídua [1] Decoração de Interiores [17] Dengue [4] Depressão [1] Depurativo do sangue [1] Despoluidoras [4] Destaque [1] DMT [2] Drupas [1] Endêmica [2] Epífitas [8] ergina [1] Ervas [77] Esotéricas [6] Essências [1] Estabilização de dunas [1] Estricnina [1] Exóticas [18] Feng Shui [1] Fertilidade masculina [1] Fibras [1] Ficina [1] Filtragem de água [11] Fitorremediação [9] Fixadoras de areia [1] Fixadoras de Nitrogênio [5] Flavonoides [3] Floculantes [1] Flores [78] Flores comestíveis [21] Folha verde-claro [4] Folha verde-escuro [7] Folhas caducas [1] Folhas permanentes [1] Forbol [2] Formaldeídos [1] Forrações [1] Forrageiras [6] Frutas [51] Fruto alaranjado (maduro) [1] Fruto amarelo (maduro) [4] Fruto verde (imaturo) [2] Fruto vermelho (madura) [1] Fungicida [1] genkwanina [1] Grama [4] Heliófita [1] Herbácea [5] Hermafrodita [1] Híbrida [1] Hipertensão [1] Hipoglicemiante [1] Hortaliça [1] Hortaliça arbórea [1] Imunomodulador [1] Incensos [1] Índigo [1] Inseticidas [12] Interior [3] Inulina [1] Invasoras [24] isoquercitrina [1] Japão [1] Jard. Meia sombra [80] Jard. Sol pleno [113] Jard. Sombra [6] Khellin [1] Labiatas [2] Lactucina [1] larvicida [1] Lenha [2] Licopeno [1] Lignina [1] LSA [1] luteína [1] Macrófitas [3] Madeira nobre [1] Madeireiras [283] Mangue [1] Mata Atlântica [1] Mata Ciliar [1] Medicinais [737] Melíferas [17] Monóicas [1] Musgos [1] naringenina [1] Nastismo [1] Nativas do Brasil [43] Neriantina [1] Nootrópico [1] Notáveis [1] Nova espécie [1] Oleaginosas [8] Oleandrina [1] Ornamentais [18] Orquídeas [434] Paisagístico [16] Palmeiras [6] PANCs - Plantas Alimentícias Não Con [11] Parasita [1] Pareidolia [2] Parkinson [1] Passiflorina [1] Pectina [1] Pequenas [1] Perene [24] Perfumadas [1] Perfume no fim de tarde [1] Pimentas [3] pinocembrina [1] Pioneira [1] Pivotante [3] Pode congelar [2] Polinização cruzada [2] Porte baixo [1] Potássio [1] Produção de Celulose [2] Própolis vermelha [1] Protetoras [1] Purificadoras de Ar [9] Queda de cabelos [1] Quercetina [1] quercetina [1] Radioativas [1] Raiz pivotante [2] Raízes - Tubérculos [11] ramnocitrina [1] Rara [3] Rasteira [3] Reflorestamento [4] Repelentes [4] Resistente [1] Resistente a herbicidas [1] Resistente a poluição urbana [5] Resistente à seca [3] Resistente ao frio [5] Restinga [1] Rizomas [3] Ruderal [2] Rupícola [2] Sagradas [14] sakuranetina [1] Samambaias [9] Saxícola [1] Sem clorofila [1] Sem Sementes [1] Sífilis [1] Sismonastia [1] Sombra [1] spilantol [1] Suculentas [21] SUS [1] Taninos [1] taxifolina [1] Temperos [11] Terrestre [5] THC [1] Tintórias [6] Tolerante à salinidade [15] Tolerante à seca [7] Tolerante ao frio [6] Touceiras [1] Tóxicas [47] Transgênicas [1] Trepadeiras [19] Tuinona [1] Tundra [1] Usada em saladas [1] Vanilina [1] Variegata [1] Venenosa [1] Vermelhas [1] Vimblastina [2] Vomicina [1] warifteína [1] wisterina [1] Xerófita [1] Xeronina [1] zeaxantina [1] Zinco [1]


Crassula ovata
Crassula ovata
Planta-jade, Bálsamo-de-jardim [...]

É uma das plantas mais cultivadas entre as suculentas.

Não possui qualidades medicinais comprovadas, mas é muito confundida com uma planta medicinal, chamada Bálsamo (Sedum dendroideum).
 [...]
Kalanchoe tubiflora
Kalanchoe tubiflora
 [...]

 [...]
Azadirachta indica
Azadirachta indica
Nim, Neen, Amargosa [...]

Utilizada para controle biológico de pragas.

Os inseticidas naturais de nim são biodegradáveis, portanto não deixam resíduos tóxicos nem contaminam o ambiente.

Possuem ação repelente, anti-alimentar, reguladora de crescimento e inseticida, além de acaricida, fungicida e nematicida.

Por sua natureza, os extratos de nim são mundialmente aprovados para uso em cultivos orgânicos. [...]
Calophyllum brasiliense
Calophyllum brasiliense
Guanandi, Jacareúba, Ganandi,  [...]

A espécie vem sendo plantada com muito sucesso no Estado de São Paulo; como árvore nativa brasileira, já está reaproximando a fauna local, como demonstra os ninhos de pássaros que já escolheram árvore para nidificar.

O retorno financeiro de sua cultura é muito alto, facilmente percebido quando se sabe que, apesar de ter custos de plantio semelhantes ao do pinus e do eucalipto para corte, seu preço ultrapassa facilmente dezenas de vezes o destas madeiras de árvores não brasileiras.

O Guanandi também concorre em velocidade de crescimento, provavelmente, com a badalada Teca Indiana. Ao contrário desta última, O Guanandi aceita o clima mais rigoroso do sul e sudeste brasileiros, bem como se adapta muito bem à declividade.

O uso sustentável de sua madeira é considerado como a melhor alternativa ao uso predatório do Mogno e do Cedro; é considerada tão bonita e trabalhável quanto estas, sendo resistente e imputrecível.

As árvores plantadas de Guanandi não sofrem ataques de pragas - como a lagarta Hypsipyla grandella Zeller que ataca ao mogno e ao Cedro.

O plantio de cada árvore de Guanandi é capaz de economizar o corte predatório de muitas árvores amazônicas: o corte de um simples Mogno na amazônia, por exemplo, pode provocar a derrubada de até 30 outras árvores - dado que os Mognos, ao contrário dos Guanandis, não ocorrem em ajuntamentos.

Esta substituição provoca um efeito fantástico sobre a diminuição do aquecimento global a longo prazo, uma vez que compradores europeus, japoneses e americanos já começam a aceitar pagar mais caro por madeira de reflorestamento.

Além disto, o sistema radicular do Guanandi levanta o lençol freático, trazendo a água subterrânea para a superfície; ou seja, ele recupera e fertiliza os solos onde é plantado, ao contrário de algumas outras espécies muito utilizadas.

A madeira de Guanandi promete ser uma das mais importantes commodities [...]
Empetrum nigrum
Empetrum nigrum
Empetrum-negro, Baga-do-corvo [...]

Pequeno arbusto com folhas persistentes em forma de agulhas, cresce apenas nas turfeiras, ecossistema vegetal dos meios simultaneamente frios, úmidos e ácidos. [...]
Ligustrum lucidum
Ligustrum lucidum
Alfeneiro , Ligustro, Alfeneir [...]

Excelente para arborização de calçadas, por suportar podas drásticas e fornecer bom sombreamento.

Infelizmente, a espécie é invasora pois se alastra rapidamente através de pássaros, que se alimentam de seus frutos e dispersam sementes ao longo de rodovias, terrenos baldios, bordas de plantações florestais, terras baixas e áreas degradadas. [...]
Trifolium alexandrinum
Trifolium alexandrinum
Trevo-de-Alexandria [...]

É uma forragem de alta qualidade e uma fonte valiosa de mel. [...]
Cleome spinosa
Cleome spinosa
Mussanbe, sete-marias, mussamb [...]

 [...]
Tetradenia riparia
Tetradenia riparia
Falsa-mirra, Pau-de-incenso, L [...]

Pesquisas com esta espécie demonstrou efeitos anti-bacterianos e antifungosos.

Já foram comprovadas atividades anti-maláricas no óleo essencial das folhas. [...]
Juglans regia
Juglans regia
Nogueira, Noz, Noz-caucasiana, [...]

Nozes são utilizadas em várias receitas culinárias, principalmente na época de Natal.

Atualmente são muitas as "cultivares" desenvolvidas pela tecnologia genética, exatamente para aclimatá-las a outros ambientes.[6] [...]


Schinus terebinthifolius
Schinus terebinthifolius
Aroeira, Aroeira-vermelha, Aro [...]

É encontrada desde o Ceará até o Rio Grande do Sul, sendo uma árvore típica das caatingas nordestinas.

Ocorre nos capões das florestas estacionais semideciduais, frequente nas capoeiras das encostas, beiras de rios e nos campos, como invasora de áreas abandonadas. [...]
Gochnatia polymorpha
Gochnatia polymorpha
Cambará, Cambará-do-mato, Camb [...]

Os estudos iniciaram há três anos e, há alguns dias [dados cadastrados em 14/10/2010], chegaram a uma importante etapa, foi comprovado cientificamente o que os leigos já suspeitavam muitos anos atrás: a folha do cambará tem poder contra problemas abdominais e respiratórios. [...]
Calophyllum brasiliense
Calophyllum brasiliense
Guanandi, Jacareúba, Ganandi,  [...]

A espécie vem sendo plantada com muito sucesso no Estado de São Paulo; como árvore nativa brasileira, já está reaproximando a fauna local, como demonstra os ninhos de pássaros que já escolheram árvore para nidificar.

O retorno financeiro de sua cultura é muito alto, facilmente percebido quando se sabe que, apesar de ter custos de plantio semelhantes ao do pinus e do eucalipto para corte, seu preço ultrapassa facilmente dezenas de vezes o destas madeiras de árvores não brasileiras.

O Guanandi também concorre em velocidade de crescimento, provavelmente, com a badalada Teca Indiana. Ao contrário desta última, O Guanandi aceita o clima mais rigoroso do sul e sudeste brasileiros, bem como se adapta muito bem à declividade.

O uso sustentável de sua madeira é considerado como a melhor alternativa ao uso predatório do Mogno e do Cedro; é considerada tão bonita e trabalhável quanto estas, sendo resistente e imputrecível.

As árvores plantadas de Guanandi não sofrem ataques de pragas - como a lagarta Hypsipyla grandella Zeller que ataca ao mogno e ao Cedro.

O plantio de cada árvore de Guanandi é capaz de economizar o corte predatório de muitas árvores amazônicas: o corte de um simples Mogno na amazônia, por exemplo, pode provocar a derrubada de até 30 outras árvores - dado que os Mognos, ao contrário dos Guanandis, não ocorrem em ajuntamentos.

Esta substituição provoca um efeito fantástico sobre a diminuição do aquecimento global a longo prazo, uma vez que compradores europeus, japoneses e americanos já começam a aceitar pagar mais caro por madeira de reflorestamento.

Além disto, o sistema radicular do Guanandi levanta o lençol freático, trazendo a água subterrânea para a superfície; ou seja, ele recupera e fertiliza os solos onde é plantado, ao contrário de algumas outras espécies muito utilizadas.

A madeira de Guanandi promete ser uma das mais importantes commodities [...]
Pentaclethra macroloba
Pentaclethra macroloba
Pracaxi [...]

Conheça o Pracaxi, árvore nativa da Amazônia, .

O óleo extraído de suas sementes se destaca por ser o óleo mais rico em ácido behênico (10-25%) conhecido, cerca de 6 X mais do que o óleo de amendoim. [...]
Cybistax antisyphilitica
Cybistax antisyphilitica
Ipê-verde [...]

Estudos científicos comprovaram a eficácia do extrato de ipê-verde contra a larva do mosquito Aedes aegypti, que é o principal transmissor da dengue.

Árvore medicinal, excelente para plantio em calçadas ou recuperação de áreas degradadas, praças, parques, jardins, avenidas e ruas, principalmente as estreitas. [...]
Passiflora edulis
Passiflora edulis
Maracujá, Maracujazeiro [...]

O suco de maracujá é o 3º mais produzido no Brasil, atrás apenas do suco de laranja e de caju.

No Brasil, a fruta é produzida em todos os estados exceto pelo Rio Grande do Sul, sendo que a região Nordeste é a maior produtora (44%), especialmente os estados da Bahia (22%), Ceará e Sergipe. Destacam-se também os estados do Pará, Espírito Santo e São Paulo.

Os extratos de Passiflora são fontes potenciais de antioxidantes naturais.[4]

Existem mais de 530 espécies de maracujá, no entanto, a espécie Passiflora edulis, mais conhecida como maracujá-azedo, é a que possui maior importância econômica, pois sua polpa, de coloração amarelo - alaranjado, proporciona bom rendimento de suco, que é de boa aceitação no mercado.

É um fruto rico em minerais e vitaminas, principalmente A e C.

Possui ainda princípios ativos nas folhas que são usados como sedativo e antiespasmódico.[6] [...]
Eugenia uniflora
Eugenia uniflora
Pitanga, Ibipitanga, Pitanga-c [...]

Ótima para ser saboreada após as refeições, a pitanga tem um sabor doce, com "fim de boca" levemente amargo, principalmente nos frutos não tão maduros.

A fruta é consumida naturalmente, colhida do pé, ou sob a forma de doces, geléias, sorvetes, ou utilizada em caipifrutas de pitanga, a chamada de "caipitanga".

Da pitanga se fazem ótimos remédios para diarréia de crianças, garrafadas e licores estimulantes. [...]
Vasconcellea quercifolia
Vasconcellea quercifolia
Mamoeiro-do-mato, Mamãozinho,  [...]

 [...]
Dillenia indica
Dillenia indica
Maçã-de-elefante, Árvore-do-di [...]

No caso da Dillenia as extremidades da flor se fecham sobre a mesma para formação do fruto, sendo assim, qualquer objeto que ficar preso à flor, ficará dentro do fruto.

Diz a lenda que D. Pedro colocou várias moedas (patacas) nas flores, depois, quando o fruto estava formado, mandou para Portugal com o seguinte recado: "Nesta terra o dinheiro nasce até nas árvores".

As patacas foram as moedas que circularam no Brasil de 1695 a 1834.

O extrato de folha de D. indica poderia ser útil para o controle do diabetes mellitus e de outras anormalidades associadas a essa disfunção metabólica. [...]
Schizolobium parahyba
Schizolobium parahyba
Guapuruvu, Ficheira, Pataqueir [...]

O guapuruvu (Schizolobium parahyba) é uma árvore da família das fabáceas, notável pela sua velocidade de crescimento que pode atingir 3 metros por ano.

Foi inicialmente descrita por J. M. C. Vellozo em 1825 sob o nome de Cassia parahyba.

Guapuruvu é o simbolo da vale do Paraiba.[3]

A árvore atinge rapidamente boa altura, porém tem galhos frágeis que se quebram facilmente em ventanias. Em geral a árvore adulta morre após algumas dezenas de anos (40 a 50 anos).[2]

Quando em condições ambientais e de cultivo adequada, o guapuruvu é uma das espécies de mais rápido crescimento nas regiões Sul e Sudeste do Brasil, impressionando pelo crescimento inicial e pela forma das plantas.[4] [...]

  

Até o presente momento não recebi nenhuma pesquisa afirmando efeitos negativos sobre estas orientações.

Espero
que o calendário lunar
ajude no costume
de contemplar
a Lua,
marcando
através de seus ciclos,
etapas de plantio,
cultivo
e colheita.



Lua NOVA :: Semeadura / plantio - tudo o que cresce acima da terra. O final da lua nova é propício para semeadura, plantio e colheita de todas as plantas medicinais. PODAS gerais.

Lua CRESCENTE :: A seiva sobe para as folhas. Plantio de tudo o que cresce acima da terra (ex: tomate, laranja, alface, milho, soja etc). Colheita de folhas (medicinais) e, pouco antes da lua cheia, colheita de cereais.

Lua CHEIA :: Seiva nas folhas - maior luminosidade lunar. Deve-se evitar mexer muito nas plantas, limitando-se a retirar folhas secas e galhos. Perto da lua cheia, as plantas estão com seus aromas potencializados, atraindo animais.

Lua MINGUANTE :: A seiva desce para as raízes. Ideal para plantio / semeadura de tudo o que cresce abaixo da terra (ex: alho, cenoura, cebola, mandioca, batata, rabanete etc). Podas / corte de árvores e bambus. Pouco antes da lua nova, ideal para colheita de sementes. Dê preferência para intercalar adubações de 15 em 15 dias, sendo uma durante o último quarto minguante.


- www.TudoSobrePlantas.com.br -

Últimos comentários publicados nas fichas de espécies do Banco de Plantas Notáveis:

Isabel Cornejo / OP (21/04/2016 19:05)
Necesito la bibliografia de los estudios donde realizaron la investigacion sobre la corteza de Cybistx antisyphilitica contra el mosquito aedes, el dengue.
Muchas gracias,
[ acessar FICHA: Cybistax antisyphilitica ]
David Soares / BA (04/04/2016 16:44)
Olá
Vi que nos textos sobre graviola há indicativo de fontes porém, não há fontes (literatura).
Gostaria de saber de onde aquelas informações foram tiradas.
Desde já agradeço.
[ acessar FICHA: Annona muricata ]
Cleide gallon / SC (27/03/2016 20:40)
Gostaria de saber aonde posso comprar essa semente???
[ acessar FICHA: Abrus precatorius ]
Dircea Vieira / MG (26/03/2016 12:31)
Gostaria de comprar semente rabo de bugio.
[ acessar FICHA: Dalbergia ecastophyllum ]
Dircea Vieira / MG (26/03/2016 12:31)
Gostaria de comprar semente rabo de bugio.
[ acessar FICHA: Dalbergia ecastophyllum ]
Alexandre Moreira / RJ (23/03/2016 12:40)
Costumo produzir mudas do loureiro a partir das brotações na sua base, quando as retiro já com alguma raiz. Normalmente elas aparecem quando faço podas nas partes aéreas.
Mas minha dúvida é que nunca vi flores e frutos nas diversas mudas produzidas e nem nas matrizes. O que pode estar acontecendo?
[ acessar FICHA: Laurus nobilis ]
Dora damiani / PR (22/03/2016 23:06)
Ola, gostaria de obter mudas ou sementes, como faço? Tenho uma chacara e gostaria muito de ter esse tipo de planta, no aguardo, obrigada
[ acessar FICHA: Stachys byzantina ]
Anderson Porto / RJ (15/03/2016 21:03)
Tem foto, Pedro?
[ acessar FICHA: Actinostemon appendiculatus ]
Ribas / SP (06/03/2016 06:22)
Quanto tempo depois da germinacao demora pra pindaiba dar fruto.?
[ acessar FICHA: Duguetia lanceolata ]
PEDRO LUIZ BARBOSA DOS SANTOS / RJ (23/02/2016 22:40)
Identificamos dois exemplares de Actinostemon appendiculatus em área de vegetação nativa, transição restinga arbórea - ombrófila densa, terras baixas. São Pedro da Aldeia/RJ, em 12/2015. Ambas DAP 5cm e altura 5m.
[ acessar FICHA: Actinostemon appendiculatus ]
Gunther Boss / SP (21/02/2016 17:38)
Eu nasci e cresci em Sta Catarina, lá nós não tínhamos a pindaúva , em Artur Nogueira vim a conhecer esta fruta no sítio do Sr Nicolau Capacle no Bairro de São Bento em Artur Nogueira.
Como já era apreciador da anona que é fruta comum no meu estado, adorei a pindúva por dois motivos: beleza e sabor.
Infelizmente existem hoje poucos pés de Pindaúva na região de Artur Nogueira.
Ontem uma visinha Dona Jaci Paes me agraciou com uma linda fruta. Deliciei a mesma e guardei as sementes.
Gostaria que me informassem qual a melhor maneira de reproduzir esta planta que eu gostaria de resgatar.
Atenciosamente

Gunther Boss
[ acessar FICHA: Duguetia lanceolata ]
Mabel Dias da Costa / PI (29/12/2015 12:10)
Não sei o porque não estar ainda regularizado no País! Acredito que teve uma época em que possas bem dispostas no poder público deixaram todas as drogas ilícitas sem poder financeiro e pessoas para poder pesquisar explorando todas as químicas que essa folhas e outras folhas produzem. Bem ao certo, o Governo só tem espertos e o povo não exige seus direitos fica nessa nojeira que é o País, pessoas sem estudos e sem oportunidades para ajudar a crescer o País.
[ acessar FICHA: Erythroxylum coca ]
NELBNER EDVALDO COLOMERA / PR (28/12/2015 16:56)
Atualmente temos algum estudo so bre a Insulina Vegetal/Anil trepador???? Se positivo, modo de usar.....
[ acessar FICHA: Cissus sicyoides ]
Danielle / RS (22/12/2015 11:56)
Alguém tem muda?

[ acessar FICHA: Strongylodon macrobotrys ]
Danielle / RS (22/12/2015 11:53)
Alguém tem muda?
[ acessar FICHA: Petrea volubilis ]
Conheça o projeto



O projeto Tudo Sobre Plantas é um conjunto de ferramentas de pesquisa para ajudá-lo em sua busca por informações sobre espécies nativas e exóticas cultivadas.

Desenvolvemos pesquisas, grupos de estudos, debates, troca de fotos, notícias, plantas e sementes... Tudo isso ao longo de 14 anos de muita determinação e coragem para manter um projeto deste nível, atendendo a visitantes, pesquisadores e curiosos.

Cada um de nós, que gosta de plantas e procura aprender com elas, pode entrar em contato com outras pessoas que possuem os mesmos interesses, formando assim uma rede de conhecimentos distribuídos.

Nosso banco de dados apenas tenta reunir estas informações, passando antes pela observação, análise de informações e inserção na base de dados, com bibliografia pesquisada em livros e sites na Internet.

Tentamos prover fotos para cada espécie cadastrada e nossa meta é catalogar informações de 20 mil espécies com características notáveis.

O que pretendemos é formar novos cultivadores e aprimorar nosso conhecimento sobre plantas.

Por causa da seriedade deste trabalho, este portal é indicado pelos diversos admiradores e parceiros.

Procure se informar sobre o que está sendo feito, conhecendo o Banco de Dados, Grupos de Estudos, Blog e demais ramificações do Tudo Sobre Plantas.

Depois, experimente cadastrar-se e participar do que estamos fazendo.

Seja bem vind@ ao Tudo Sobre Plantas!

Cadastro no Projeto Tudo Sobre Plantas .com.br


nome de usuário
senha
guardar senha
 
Esqueceu seu login
ou a senha?
CLIQUE AQUI


:: Blog Tudo Sobre Plantas ::


Comunidade no Facebook
Notícias via Twitter